TERROIR

Situadas na freguesia de Vila Caíz, as Quintas de Caíz fazem parte da sub-região de Amarante da Região Demarcada dos Vinhos Verdes.

Implantadas com uma altitude média elevada, num microclima caracterizado por elevadas amplitudes térmicas, em solos de origem granítica com estrutura franco-argilosa, bem drenados, férteis e sob boa exposição solar, sobressaem as castas Alvarinho, Arinto, Avesso, Azal, Fernão Pires, Loureiro e Trajadura.

Recorrendo às mais modernas técnicas de vinificação, sob orientação do enólogo António de Sousa, são produzidos os Encostas de Caíz, vinhos verdes de qualidade superior.

CASTAS

ALVARINHO

Cultivada particularmente na sub-região de Monção e Melgaço, mas dada a sua elevada qualidade tem sido levada para outros pontos da região e do país.

ARINTO

Cultivada por toda a região, mas não recomendada na sub-região de Monção e Melgaço. Conhecida como Arinto de Bucelas, atinge o seu mais elevado nível de qualidade nas zonas interiores da região.

AVESSO

Cultivada principalmente na sub-região de Baião, mas dada a sua alta qualidade, tem sido cultivada em sub-regiões limítrofes como a de Amarante, Paiva e Sousa.

AZAL

Cultivada particularmente em zonas do interior onde amadurece bem e atinge o seu nível de qualidade quando plantada em terrenos secos e bem expostos das sub-regiões de Amarante, Basto, Baião e Sousa.

FERNÃO PIRES

Cultivada principalmente em zonas do Centro e Sul do país, especialmente nas regiões da Bairrada (onde é conhecida por Maria Gomes), Tejo e Península de Setúbal.

LOUREIRO

Cultivada em quase toda a região e melhor adaptada às zonas do litoral, embora se adapte também bem nas sub-regiões mais interiores como Amarante, Basto e Baião.

TRAJADURA

Variedade de boa qualidade cultivada por toda a região, embora não recomendada na sub-região de Baião.